top of page

Jornada Sustentável

JORNADA SUSTENTÁVEL

Cadastre seus dados para fazer uma viagem no mundo de oportunidades do setor de resíduos sólidos!

Obrigado por entrar em contato! Salve nosso contato comercial@virapuru.com na sua conta para evitar que nossos emails sejam visto como spam.

QUAIS SÃO E COMO FUNCIONAM AS INDÚSTRIAS DOS RESÍDUOS SÓLIDOS

Como tratar as milhões de toneladas de resíduos geradas diariamente por toda a sociedade no planeta? São centenas de materiais diferentes sendo descartados no meio ambiente e que precisam de uma destinação ambientalmente adequada. Caso contrário, a humanidade paga o preço com a saúde e a qualidade de vida.


Se cada habitante do planeta gera em média 1 kg de resíduos por dia, em 2023, com uma população global de mais de 8 bilhões de pessoas, são gerados mais de 8 milhões de toneladas de lixo por dia em todo o planeta. Caso não sejam destinados corretamente, esses materiais contaminam as águas, o solo e o ar. Não existe opção; se não houver investimentos, a sociedade acaba pagando com a sua saúde.


Resíduos orgânicos gerados diariamente em feiras como a CEASA de Belém do Pará. Todos esses resíduos poderiam ser utilizados para geração de energia e biofertilizantes em usinas de biogás. (Foto: Gleysson B Machado)


Com certeza, não é só com palestras e educação ambiental que conseguiremos combater esse problema. Já existem métodos e tecnologias suficientes para resolver a questão e servir como referência para qualquer cidade. Neste artigo, vamos entender quais são e como funcionam as indústrias dos resíduos sólidos.


A coleta e transporte dos resíduos sólidos

Toda a atividade humana gera resíduos. Uma vez gerados, esses materiais não podem se acumular no local de sua geração. A depender de suas características, os resíduos precisam ser devidamente acondicionados. Enquanto resíduos secos gerados em domicílios podem ser acondicionados em sacolas de papel, resíduos úmidos, como os orgânicos precisam de containers que evitem o vazamento dos líquidos.




O tipo de material e a forma de acondicionamento também influenciam na coleta e no transporte desses materiais. Durante o transporte, os cuidados com o acondicionamento precisam ser redobrados.


Veículo especial para coleta seletiva de resíduos de equipamentos eletroeletrônicos em Frankfurt/M Alemanha. A própria usina de reciclagem de REEE é responsável pela coleta seletiva de materiais eletroeletrônicos descartados. (Foto: Gleysson B Machado)


A coleta e transporte dos resíduos sólidos pode representar a alimentação de todas as indústrias da cadeia da reciclagem. Sem a devida alimentação, essas indústrias não existem.

As coletas podem ser feitas de forma seletiva ou mista. Lembrando os objetivos de reaproveitamento dos materiais, a coleta seletiva deve ser priorizada.


Apesar da obrigação legal do serviço público para regulamentar os serviços de coleta, somente a coleta dos domicílios e a limpeza urbana devem ser efetivamente feitos pelo setor público. Para o setor privado, a motivação da coleta é o lucro com a comercialização dos materiais recolhidos e eventualmente processados em indústrias.


As usinas de triagem de resíduos sólidos

Uma vez coletados, os resíduos devem ser separados em função de suas características físicas, biológicas ou químicas. Somente a partir do processo de separação inicia-se a valorização de cada um dos materiais.


Valorização que tem relação direta com as características, possibilidade de processamento, mercado e com o seu grau de pureza dos resíduos.


Em diferentes lugares do mundo existem pessoas que se ocupam com a separação e comercialização de materiais recicláveis ou reutilizáveis. Esses materiais alimentam o complexo industrial da reciclagem de resíduos.


Usina de triagem automatizada de resíduos sólidos na cidade de Bremen - Alemanha. (Foto: Gleysson B Machado)


A triagem dos resíduos pode ocorrer de forma manual, semi-automática ou automatizada. O uso de tecnologias em usinas de triagem aumenta sua capacidade de processamento e permite que esses empreendimentos possam prestar um serviço público relevante.


Depois de passar pela triagem, os resíduos são separados em quatro grandes grupos: os recicláveis, os orgânicos, os perigosos e os rejeitos. Vale lembrar que esta triagem aqui referida, não pode ser confundida com a triagem feita pelos catadores de materiais recicláveis. Estes só são acionados para, como o nome diz, o grupo dos recicláveis. A triagem dos resíduos aqui mencionada, é a triagem do próprio sistema de gestão integrada dos resíduos.


O complexo industrial da reciclagem de resíduos

O complexo industrial da reciclagem de resíduos tem como principal finalidade a purificação dos materiais. Para isso, são utilizados diversos tipos de processos e tecnologias que variam em função dos materiais. Um bom exemplo da diversificação de tecnologias de reciclagem é que, enquanto para a reciclagem de papel se utiliza água, a reciclagem de vidro se faz com fogo.


São inúmeros os materiais que podem ser reciclados. Entre os principais grupos podemos citar os polímeros (plásticos), celulósicos (papel e papelão), metálicos, eletroeletrônicos, amorfos (vidros), multicamadas, da construção civil e muitos outros.


Usina de Reciclagem de plásticos e papel em Juazeiro do Norte - Arplast Recicláveis (Foto: Gleysson B Machado)


No conceito mais moderno de sustentabilidade, deve-se desenhar os novos produtos e suas embalagens pensando na geração de resíduos. Desta forma, a reciclagem dos materiais deve ser favorecida.


O complexo industrial de biorresíduos

Uma característica fundamental dos biorresíduos, ou resíduos orgânicos, é a sua degradação natural acelerada, quando comparado aos outros materiais. Durante o processo de degradação são gerados gases e chorume.


Assim como nos resíduos recicláveis, o aproveitamento desses materiais varia em função de suas características físicas, biológicas e químicas. A escolha do processo e da tecnologia adequada, ou seja, do modelo de negócio, deve ser estabelecida por, pelo menos, um estudo de viabilidade técnica, econômica, social, ambiental e política.


Complexo Industria de Tratamento de Resíduos Orgânicos (Bioresíduos) localizado na cidade de Marl, na Alemanha. O complexo possui Usina de Biogás, Reciclagem de óleos e tratamento de efluentes. (Foto: Gleysson B Machado)


Entre as tecnologias de tratamento que merecem destaque, podemos citar as usinas de compostagem, de biogás, peletização e briquetagem. Novamente aqui, a depender do estudo de viabilidade técnica e econômica, escolhe-se a tecnologia adequada.


O complexo industrial de tratamento de resíduos perigosos

O tratamento de resíduos perigosos, como os resíduos dos serviços da saúde, é algo inegociável. Ainda que nenhuma usina exista na região, os resíduos precisam ser coletados e destinados de forma adequada. Caso contrário, é possível que sejam transmitidas doenças pelo simples contato. No pior dos casos, podem ocorrer epidemias das mais diversas por contaminação causada pelos resíduos perigosos descartados indevidamente.


A demanda por usinas de tratamento de resíduos perigosos é urgente e em todos os lugares. Para investidores costumam ser um excelente negócio, pois o tratamento desses resíduos é normalmente muito mais caro para os geradores que os resíduos não perigosos.

Algumas tecnologias adequadas para o tratamento de resíduos perigosos são tratamentos térmicos como pirólise, incineração e plasma.


Complexo Industrial de Tratamento de Resíduos Perigosos e Disposição de rejeitos com aterro sanitário da empresa Rhein Main Mulldeponie em Floersheim - Alemanha. . Fazem parte do projeto Usina de Biogás, Triagem de recicláveis, incineração de resíduos, aterro sanitário. Além disso, o projeto tem geração de energia solar. (Foto: Gleysson B Machado)


A disposição dos rejeitos

Ao menos em médio prazo, ainda que consigamos montar todos os complexos industriais, será necessário fazer a disposição de rejeitos em aterros sanitários. Antes disso é indicado haver uma redução de volume por meio de tratamentos térmicos.


As tecnologias de tratamento de resíduos perigosos podem ser as mesmas utilizadas para reução de volume.


As oportunidades no mercado de resíduos sólidos

A partir da compreensão sobre as indústrias necessárias para resolver os problemas de poluição e outros, causados pela má gestão de resíduos, vamos tratar as oportunidades trazidas por essa demanda.


Quando falamos em oportunidades, estamos falando de empregos, serviços de consultoria e oportunidade de negócios para empresários e investidores.


Só existem empregos consideráveis, quando existem indústrias instaladas. Enquanto isso não acontece, o momento do mercado é voltado para consultores empreendedores capazes de identificar os negócios e apresentar para investidores.


Por conta disso, o melhor momento para empresários e investidores é quando o mercado ainda está sendo criado. Eles conseguem investir a um preço muito mais baixo e garantir uma lucratividade maior.

137 visualizações0 comentário
bottom of page